PublicidadePublicidade

O sufoco de empresário feito refém por bandidos em assalto na Universitária

'Eles diziam que iam me desossar', relatou a vítima em depoimento à Polícia Civil

Da Redação Da Redação -

Os três têm 27 anos, são amigos e fizeram por algumas horas a vida de um empresário de Anápolis um inferno.

Tudo começou às 22h desta segunda-feira (21) quando eles avistaram Carlos Henrique Magalhães, de 39 anos, nas proximidades de um disque cerveja da Avenida Universitária, na altura do bairro Maracanãzinho.

Bruno Oliveira da Paz, Wallace Silva e Gustavo Moreira Fonseca queriam o Volkswagen Amarok do empresário.

PublicidadePublicidade

Ao anunciarem o assalto, eles entraram no veículo e mantiveram a vítima sob a mira de uma pistola PT 380.

Informado do ocorrido, o 28º Batalhão da Polícia Militar deslocou várias guarnições para a ocorrência.

Ao serem fechados por viaturas próximo ao trevo do Recanto do Sol, os bandidos desceram do veículo fazendo a vítima de escudo humano.

Orientados a soltarem o empresário, os assaltantes o liberaram e deitaram no chão para serem presos.

(Foto: Divulgação/ 28º BPM)

‘Eles diziam que iam me desossar’, relatou Carlos Henrique a em depoimento na Central de Flagrantes da Polícia Civil.

Bruno, Wallace e Gustavo foram levados no início da manhã desta terça-feira (22) ao Centro de Inserção Social Monsenhor Luiz Ilc, a cadeia pública de Anápolis.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade