Portal 6

Essa foi a decisão do Carrefour Anápolis ao saber que idoso foi humilhado por segurança

(Foto: Reprodução)

Filha do aposentado já registrou caso na Polícia Civil e promete processar a empresa

Nota do Carrefour, publicada neste domingo (10) pelo site Mais Goiás,  dá conta de que a rede de hipermercados preferiu não poupar o segurança que confundiu idoso com mendigo na unidade de Anápolis, localizada em um centro comercial no bairro Cidade Jardim.

Esse episódio ocorreu na tarde da última quinta-feira (07) quando Benedito Ferreira de Faria, de 75 anos, entrou no estabelecimento de chinela para comprar pão e foi expulso do local.

O constrangimento indignou a filha do aposentado, que registrou o caso na Polícia Civil e promete processar a empresa.

“Meu pai tem trombose venosa e não pode usar sapatos fechados, por isso estava de chinelo, mas isso não justifica nada. Ele passou mal na delegacia, jurando por Deus que nunca pediu nada a ninguém, nem quando passava por necessidades”, contou Graziele Rodrigues.

Informando que desligou o profissional de seus quadros, o Carrefour disse ainda ‘repudiar veementemente qualquer tipo de discriminação’ contra seus clientes. Veja o texto, na íntegra, a seguir.

A rede está indignada com este caso e sente profundamente pela situação constrangedora pela qual nosso cliente passou. O colaborador envolvido foi desligado, após condução de rigorosa apuração. A empresa repudia veementemente qualquer tipo de discriminação. Reforça ainda que, constantemente, realiza treinamentos e reorienta suas equipes, a partir da prática do respeito e da valorização da diversidade, que exige dos seus colaboradores e prestadores de serviço e que também promove junto aos seus clientes, parceiros e sociedade.

Quer comentar?

Comentários




Nosso Twitter



Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.