PublicidadePublicidade

Condenado por estupro de criança é morto na cadeia horas após ser preso

Segundo a DGAP, José Roberto não ficou isolado dos outros presos, mas compartilhou cela com apenados que cometeram crimes da mesma natureza que ele

Da Redação -

José Roberto Sousa da Silva, de 42 anos, foi encontrado morto na noite desta terça-feira (14) no Centro de Inserção Social Monsenhor Luiz Ilc, a cadeia pública de Anápolis.

Condenado em novembro do ano passado a mais de nove anos de prisão por ter estuprado uma criança no interior de Mato Grosso, ele estava escondido no Conjunto Filostro Machado, na região Leste da cidade, e teve o mandado de prisão cumprido pela Polícia Civil anapolina durante a manhã.

Segundo a Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), na parte da tarde, ele foi transferido de cela após se desentender com outro detento e ficar ferido.

“Ocasião em que imediatamente recebeu atendimento médico da equipe de saúde do local e retornou para uma outra cela do presídio”, detalhou o órgão em nota enviada ao Portal 6.

“Por volta das 19h, os servidores atenderam a um chamado vindo do local onde o detento estava custodiado e, ao chegarem à cela, encontraram-no desacordado. De imediato, uma equipe do Serviço Móvel de Atendimento de Urgência (Samu) foi chamada e constatou o óbito”, complementa.

Ainda segundo a DGAP, José Roberto não ficou isolado dos outros presos, mas compartilhou cela com apenados que cometeram crimes da mesma natureza que ele.

A administração da cadeia abriu procedimentos internos para apurar as circunstâncias da morte e o esclarecimento do caso ficará a cargo do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) da Polícia Civil.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade