Portal 6

Em troca de refeição, mulher oferece faxina no Facebook e emociona a internet

(Foto: Reprodução)

“Teve gente dizendo que era para eu vender meu celular, ir para a zona… Outros disseram que eu estava era querendo aparecer, mas não me abalo com isso”, ponderou

Anna Paula Oliveira, de 37 anos, mora em Belo Horizonte, capital de Minas Gerais (MG), e se viu em uma situação delicada nesta semana: sem alimentos na despensa de casa.

Desempregada, ela ofereceu os serviços de faxina no Facebook a troco de refeição e viralizou na rede social.

“Foi surpreendente. Postei com a ideia de que uma pessoa ou outra mais próxima me oferecesse a faxina em troca da refeição para me ajudar, mas muita gente me procurou. Não esperava.”, disse em entrevista ao Correio Braziliense.

Algumas pessoas perguntaram: ‘Onde você mora? Quero te ajudar. Vou levar algo para você.’ Outros perguntaram quanto era minha faxina, dizendo que pagariam o valor para mim”, relatou.

Além de doação de alimentos,  Anna Paula também recebeu propostas de serviço e ajuda para buscar uma recolocação profissional.

“Teve uma comerciante que trabalha com roupas que me ofereceu ajuda com os looks para me dar melhor nas entrevistas de emprego”, afirmou.

“Uma designer repaginou meu currículo. É também por ações como essa que ainda acredito na solidariedade das pessoas”, emendou.

Com agenda de faxina lotada para o final de semana, ela conta que as coisas ficaram difíceis após ter perdido o emprego de telemarketing.

“Cheguei a tentar trabalhar como ambulante em dia de jogo de futebol. Peguei água gelada, paçoca, outros doces em consignação. Até comprei um carrinho. Mas, logo no primeiro dia, a Prefeitura apreendeu minha mercadoria”, lembrou.

Anna Paula tem ensino médio completo e curso de informática. Aprovada em concursos públicos nos municípios mineiros de Lagoa Santa (cargo de secretária) e Santa Luzia (auxiliar de secretaria), a atualmente faxineira está otimista.

“Graças a Deus, fui aprovada. Está andando. Eles já estão chamando”, sinalizou. Conquistar meu próprio dinheiro dá prazer”, pontuou minimizando as críticas que recebeu.

“Teve gente dizendo que era para eu vender meu celular, ir para a zona… Outros disseram que eu estava era querendo aparecer, mas não me abalo com isso”, finalizou.

Quer comentar?

Comentários

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.