Portal 6

Vereador desiste de projeto de lei que proibia pontas de palitos em Anápolis

(Foto: Ismael Vieira)

“Lamento que tenha gente que não gosta da cidade que não se preocupa com a questão da segurança pública”, afirmou Lélio Alvarenga

O vereador Lélio Alvarenga (PSC) retirou da pauta de votação da Câmara Municipal seu projeto de lei que trata sobre as retirada das pontas dos palitos de madeira utilizados para comercialização de alimentos como churrasquinho.

Segundo ele, antes de ser lido em plenário e analisado pelas comissões permanentes da Casa, o projeto teve seu conteúdo criticado por vários veículos de comunicação da cidade.

“Lamento que tenha gente que não gosta da cidade que não se preocupa com a questão da segurança pública. Seria uma medida tão simples, Não mudaria em nada para o comerciante e nem para o consumidor”.

Na tribuna do plenário o vereador do PSC citou ainda várias reportagens publicadas em veículos nacionais que detalharam acidentes que foram causados por uso de palitos de churrasquinho.

“Em 2017 um torcedor do Botafogo foi assassinado com um palito desses no Rio de Janeiro. No carnaval desse ano foi proibida a comercialização de churrasquinho em Salvador na Bahia para evitar acidentes. Um jornal de Brasília destacou que pelo menos 100 garis se ferem anualmente com objetos cortantes descartados de maneira irregular no lixo, destaque para o palito”.

A justificativa que vereador apresentou para proibir pontas de palitos em Anápolis

Quer comentar?

Comentários

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.