Portal 6

Homem que usou figurinha racista no WhatsApp é preso pela PC de Goiás

(Foto: Divulgação)

Arrependido, ele disse na delegacia que era amigo da vítima e ambos frequentavam a mesma igreja

Os stickers, figurinhas em tradução livre do inglês, viraram febre desde sua implementação no WhatsApp. O mau uso, no entanto, tem se tornando comum e nesta sexta-feira (16) um homem foi preso em Morrinhos, município do Sul de Goiás.

Investigação da Polícia Civil (PC) aponta que o suspeito de 35 anos, que não teve a identidade revelada, participava de um grupo no serviço de mensagens quando encaminhou em uma discussão duas figurinhas de imagens contendo ofensas raciais.

Conforme captura de tela divulgada pela corporação, um dos arquivos enviados mostra uma criança branca montada em outra criança negra com a seguinte frase: “Eu adoro negros… Até comprei um”. O sticker faz alusão com a escravidão.

Um dos integrantes do grupo se sentiu ofendido e informou na delegacia que a figurinha havia sido direcionada a ele. O delegado Fabiano Jacomelis, responsável pelo caso, determinou que os agentes realizassem buscas até encontrar o autor da mensagem racista.

(Foto: Divulgação)

A pena para o crime de injúria racial varia de um a três anos de prisão. Arrependido, o homem que enviou as figurinhas no WhatsApp disse na delegacia que era amigo da vítima e ambos frequentavam a mesma igreja.

Uma fiança foi estipulada pelo delegado Fabiano Jacomelis, mas ainda tinha sido paga até o fechamento desta publicação.

Quer comentar?

Comentários

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.