Portal 6

Moradora de Anápolis completa 107 anos e revela segredo: vinho, feijão com farinha e pé de porco

(Foto: Reprodução)

Com humor pitoresco e lucidez de dar inveja a muito marmanjo ela, que já não sabe o mais número de netos, bisnetos e tataranetos, ganhou uma surpresa especial

Pelas bandas de cá de Goiás, temos sim uma discípula de Cora Coralina sem mesmo ela saber de quem se trata.

Ela é a xodó do Bairro de Lourdes, o maior da região Leste de Anápolis, e faz doces que são vendidos para compor a renda de casa. Os mais perseguidos são os de mamão, leite e coco. Em volta de seus tachos, muita criança já lambeu os beiços de felicidade, ouviu versinhos, conselhos e tirou muita risada.

Com vocês: Elena Pereira Dias, ou apenas vó Elena, a aniversariante que completa neste domingo (08) 107 anos de idade com um humor pitoresco e uma lucidez de dar inveja a muito marmanjo. E quem pensou que esse era o segredo de longevidade dela, pensou errado.

“Tomo também vinho branco, como feijão com farinha e pé de porco”, revelou. Ah, saiba que o cafezinho e a farinha são produtos preparados exclusivamente por ela.

(Foto: Reprodução)

Natural de Ouro Verde, município histórico de Minas Gerais, vó Elena veio pra cá nova com as lidas do marido. “Naquela época marido empinava as carroças e a gente vinha junto”, disse rindo.

Como toda boa matriarca, ela não sabe mais contar nos dedos o número de netos, bisnetos, tataranetos e… Isso mesmo, tem mais árvore genealógica por aí. “Mas recebo todos os que vêm aqui me chamando de vó com muita alegria”, ressalta.

Um dos “agregados” é a equipe de agentes de saúde da Prefeitura de Anápolis que atua no Bairro de Lourdes. Na sexta-feira (06), eles fizeram uma festinha antecipada para vó Elena, com direito a bolo, refrigerante e velas.

(Foto: Reprodução)

“Entre idas e vindas sou agente de saúde da Dona Elena desde 2005. Ela não gosta de fazer exames, temos que ficar em cima. Diz que a saúde está bem, mas, realmente, ela está ótima”, explica a agente de saúde Marlene Garcia.

Com vó Elena é tudo na ponta da língua de versos, troças e algumas peculiaridades. Na hora que ganhou um aparelho de celular segunda geração, rebateu indignada:

“Mas esse não tem WhatsApp”. A risada foi geral, nada melhor para dar continuidade à comemoração. Vida (ainda mais) longa à vó Helena!

(Foto: Reprodução)
*Com Dircom/Prefeitura de Anápolis

Quer comentar?

Comentários




Nosso Twitter



Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.