Portal 6

Mãe se inspira na filha com Síndrome de Down e monta instituição para ajudar outras pessoas em Anápolis

(Foto: Gislaine Matos)

Para que a Casa Joana permanecesse ativa na cidade ela precisou batalhar muito, mas não desistiu e o local ganhou uma nova sede

Há três anos, a Casa Joana, instituição filantrópica que acolhe pessoas com Síndrome de Down e autismo, passava por um momento delicado financeiramente. Sem dinheiro para arcar com o básico (aluguel, água, energia e etc), a presidente interina, Juliana Martins, buscava apoio em todos os setores devido à falta de suporte do Poder Público.

Hoje, a realidade é outra. É que há um ano, a entidade tem recebido um repasse mensal da Prefeitura de Anápolis que está ajudando a cobrir as principais despesas.

Durante a inauguração da nova sede nesta quarta-feira (11) Juliana se emocionou ao contar sua história. Mãe de uma criança com Síndrome de Down – a Joana –, se inspirou na filha para ajudar outras pessoas. Mas, nem tudo foi fácil.

Por muitas vezes, 22 para ser mais exata, elaborou projetos para tentar parcerias com o Executivo, mas, se quer, foi ouvida na época. “A mudança foi drástica. Agora, temos contato direto com a primeira-dama, Vivian Naves. Ela é um doce”, contou a presidente.

E a Casa Joana não foi a única. Desde 2017, a Prefeitura passou a fazer repasses mensais –no total de R$ 113 mil – para colaborar com mais 14 entidades que prestam serviços sociais em Anápolis, uma ação inédita.

Muitas delas trabalham com acolhimento de crianças e adolescentes em estado de vulnerabilidade, mulheres que sofrem algum tipo de violência, idosos, dentre outros. No total, a ação tem beneficiado mais de 2 mil anapolinos que precisam desses serviços.

Lucia Gomes, mãe de uma das alunas da Casa Joana, destacou a importância de se investir no social. “Acolheram minha filha. Ela já era alfabetizada, mas a fala ainda era pouca. Vi de perto o progresso dela”, contou.

“Gostaria de agradecer às pessoas políticas que acreditam nesse trabalho. Quem usa, realmente precisa. Entidades mudam a vida das pessoas”, completou a mãe.

A primeira-dama acompanha de perto todo trabalho desenvolvido por essas instituições e percebeu que muitas delas já avançar bastante desde o início dos repasses.

“O Roberto [prefeito] sempre fala que a Prefeitura não consegue resolver todos os problemas sociais da cidade e as entidades filantrópicas fazem um trabalho primoroso no que diz respeito a isso. Na verdade, não são eles [associações] que precisam de nós [Poder Público], somos nós que precisamos deles, para chegar lá na ponta, onde existem as demandas da população”, lembrou Vivian Naves durante o evento de inauguração da Casa Joana.

(Foto: Gislaine Matos)

A valorização do terceiro setor – associações e entidades sem fins lucrativos – é o diferencial da gestão do prefeito Roberto Naves, de acordo com a secretária municipal de Desenvolvimento Social, Eerizania Lobo.

“Me orgulho de fazer parte dessa equipe. O prefeito recebe e ouve as demandas de quem realmente está disposto a ajudar. Nós demos o primeiro passo e vamos continuar ampliando todo esse apoio”, pontuou a titular da pasta.

Veja a lista de entidades filantrópicas parceiras da Prefeitura de Anápolis:

Casa de Apoio Tabernáculo de Cristo

Casa de Acolhimento Bethania

Instituto Cristo Evangélico de Goiás (ICEG)

Instituto Luz de Jesus

Centro de Acolhimento aos Sobreviventes de Queimados

Abrigo dos Velhos Prof. Nicephoro

Instituto dos Frades Servos da Imaculada

Abrigo dos Velhos Jesus Cristo é o Senhor

Asilo São Vicente de Paulo

Fraternidade Arca de Maria

Lar do Ancião o Caminho

Associação de Deficiências Multiplas Equoterapia

Associação Casa Joana

Associação Missionária Esperança

Projeto Amando Interdenominacional

Quer comentar?

Comentários

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.