PublicidadePublicidade

Não tinha dinheiro para comprar carrinho, mas pagou caro para se livrar da cadeia

Empresário afirmou que monitora as ações do rapaz há bastante tempo e que essa não teria sido a primeira tentativa de furto

Da Redação -

Reginaldo Silva de Paulo, de 33 anos, não quis ser levado para o Centro de Inserção Social Monsenhor Luiz Ilc, a cadeia pública de Anápolis, e pagou R$ 1 mil de fiança para gozar o direito de responder ao processo de furto em liberdade.

Nesta quinta-feira (03), ele foi preso pela Polícia Militar no Mercado Municipal, no Centro, após tentar fugir do dono de uma loja de brinquedos, que estava furioso por ele ter saído do estabelecimento sem pagar um carrinho de controle remoto de R$ 139.

Imagens de câmera de segurança interna flagraram Reginaldo olhando para os lados e colocando o objeto dentro de uma sacola. Veja a seguir:

Na delegacia, o empresário afirmou que vinha monitorando as ações do rapaz há bastante tempo e que essa não teria sido a primeira tentativa de furto no local.

Reginaldo teve direito à fiança porque o crime é considerado de pequeno potencial ofensivo, cuja pena, em caso de condenação, é inferior a quatro anos.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade