Portal 6

“Pessoas em quarentena não terão contato algum com a população de Anápolis”, garante Caiado

(Foto: Vinícius Schmidt)

“E se fosse um filho seu lá na China? Eu me sentiria imensamente frustrado se meu estado se negasse a receber essas pessoas com todo o esquema de segurança”, comparou o governador

O governador Ronaldo Caiado aproveitou a coletiva de imprensa realizada na tarde desta terça-feira (04) após uma cerimônia no Palácio Pedro Ludovico para pedir tranquilidade aos moradores de Anápolis.

Isso porque a Ala 2, antiga Base Aérea da cidade, foi escolhida pelo Governo Federal para receber os cerca de 40 brasileiros que serão repatriados da China, país epicentro do coronavirus.

Eles chegarão no próximo sábado (08) e ficarão em isolados sob regime de quarentena por um período de 18 dias.

“As pessoas em quarentena não terão contato algum com a população de Anápolis. Estamos cumprindo todas as exigências internacionais”, afirmou o governador, que também pediu solidariedade a todos.

“E se fosse um filho seu lá na China? Eu me sentiria imensamente frustrado se meu estado se negasse a receber essas pessoas com todo o esquema de segurança”, comparou.

Caiado, que também é médico, explicou que a transmissão da doença só é possível por meio do contato com gotículas expiradas por quem está com o vírus.

“A pessoa só pode ser contaminada se alguém falar na sua frente, por exemplo”, explicou. “Estamos agindo com responsabilidade. Sabemos muito bem que essas pessoas irão chegar e ir direto à Base Aérea de Anápolis. Elas serão totalmente isoladas”, garantiu o governador, ressaltando que tudo será acompanhado pelos ministérios da Saúde e da Defesa.

Só serão colocados em quarentena na Ala 2 os brasileiros que não apresentarem qualquer sintoma do coronavírus. Caso alguém, ao ser repatriado, apresente sintomas será levado diretamente para o Hospital das Forças Armadas, em Brasília.

Quer comentar?

Comentários




Nosso Twitter

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.