Portal 6

Desalojados estão enfrentando rigorosas condições na Síria

ONU afirma que organismos de assistência não conseguem dar conta da escala e da rapidez dos acontecimentos

A Organização das Nações Unidas (ONU) informa que mais de 800 mil sírios foram desalojados dentro do seu país desde dezembro, com a continuidade dos sangrentos combates entre forças do governo e de oposição.

Forças leais ao presidente Bashar Al Assad, que é apoiado pela Rússia, intensificaram uma ofensiva na província de Idlib e na vizinha província de Aleppo, no noroeste da Síria — as últimas fortalezas dos opositores.

As tropas de oposição, com apoio de forças turcas, resistem.

A ONU diz que organismos de assistência não conseguem dar conta da escala e da rapidez dos acontecimentos e que uma em cada dez pessoas — o equivalente a 82 mil novos desalojados — foram forçadas a se refugiar a céu aberto.

As péssimas condições são ainda mais agravadas pelo rigor do inverno em várias partes do noroeste da Síria, onde à noite o termômetro se aproxima de 10 graus negativos. No fim de semana, nevou nessas áreas.

Há relatos de que crianças morreram em consequência das baixas temperaturas.

Quer comentar?

Comentários






Nosso Twitter

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.