PublicidadePublicidade

Queimadas crescem assustadoramente na seca e preocupa Corpo de Bombeiros de Anápolis

Criminosa, ação dá cadeia e pode ser agravante para Covid-19 — que é uma síndrome respiratória

Caio Henrique Caio Henrique -
PublicidadePublicidade

A ausência de chuvas é uma forte característica de Anápolis entre os meses de junho e setembro, o que faz com que a umidade relativa do ar alcance patamares críticos e deixe a vegetação extremamente seca.

Com esse cenário, é comum a prática de queimadas ao redor do município, em uma tentativa frustrada dos moradores de “limpar” o solo, o que constantemente culmina na perda de controle do fogo e propagação excessiva de fumaça.

Neste mesmo período no ano passado, o Corpo de Bombeiros registrou 323 queimadas, quantidade equivalente a 83% do total de casos registrados no ano, que chegaram a 387.

PublicidadePublicidade

Os dados são preocupantes e, por isso, a corporação já iniciou neste mês de maio alguns cuidados para conscientizar os anapolinos, através da Operação “Cerrado Vivo”, que serve de alerta para que a população suspenda o uso de fogo em qualquer tipo de vegetação.

A expectativa é não só prevenir as queimadas, como também não prejudicar as pessoas que já possuem problemas respiratórios.

A situação se agrava ainda mais neste cenário de pandemia, em que a Covid-19 pode provocar síndromes respiratórias graves no organismo humano.

Confira os dados completos:

Fonte: 3º Batalhão de Bombeiros Militar

Em tempo

A corporação também divulgou as seguintes ressalvas:

– Provocar incêndio em mata ou floresta é crime! A pena é de reclusão de 2 a 4 anos, e multa (Lei 9.605/98);
– Fogo em lotes baldios produz fumaça e fuligem, além de atingir a rede elétrica, afugentam insetos, ratos e animais peçonhentos para as casas vizinhas;
– Incêndio às margens da rodovias causam graves acidentes, não jogue cigarro acesso ou outros objetos pelas janelas do veiculo;
– A queimada empobrece o solo e diminui a produtividade. Faça bons aceiros e proteja a sua propriedade e de seus vizinhos;
– A fumaça e a fuligem proveniente de queimadas associadas a altas temperaturas e ao clima seco, provocam problemas respiratórios, intoxicações e doenças pulmonares; e
– Preserve a fauna e flora silvestre, pois os incêndios florestais desequilibram a natureza.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade