PublicidadePublicidade

Promotores eleitorais ainda não foram provocados sobre outdoors com Bolsonaro em Anápolis

Maioria das peças OFF não identifica se os patrocinadores da inserção publicitária são partidos políticos, pessoas jurídicas ou associações

Carlos Henrique Carlos Henrique -

Se em outras cidades do Brasil, os outdoors com a foto do presidente da República têm levado o Ministério Público a acionar entidades classistas e políticas na Justiça, o mesmo ainda não ocorreu em Anápolis.

É o que verificou a seção Rápidas do Portal 6 junto à assessoria de imprensa do órgão.

Após algumas horas de consultas, os colegas responderam que os procuradores eleitorais da cidade ainda não receberam nenhuma ‘notícia de fato’ sobre a situação.

PublicidadePublicidade

Esse seria o primeiro procedimento, que pode ser feito por qualquer cidadão, para que o responsável no MP iniciasse uma investigação.

Alguns dos cartazes, como o da Avenida Professora Zenaide, no bairro Jundiaí, provocam o STF com a frase “Supremo é o povo”.

A maioria das peças OFF não identifica se os patrocinadores da inserção publicitária são partidos políticos, pessoas jurídicas ou associações. Alguns poucos, como os da Avenida Pinheiro Chagas, no mesmo bairro, creditam a iniciativa ao “Goiás 200”.

Profissionais do marketing, e advogados eleitorais ouvidos pelo site, sustentam que esse tipo de propaganda beneficia candidatos identificados com o bolsonarismo na cidade.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade