PublicidadePublicidade

Padre que disse absurdo sobre criança estuprada se pronuncia novamente

Menina realizou aborto legal após engravidar do tio

Da Redação Da Redação -

Em carta aberta à imprensa, o padre Ramiro José Perotto, de Carlinda (MT), se retratou após afirmar que a criança de dez anos do Espírito Santo, grávida após estupros de um tio, “compactou” com os abusos e que “gostava de dar”.

O religioso havia se pronunciado em tom de desabafo no Facebook lamentando o aborto legal realizado pela criança no Recife (PE), na última segunda-feira (17), e foi bastante criticado – tendo que excluir as redes sociais.

“Aposto, minha cara. Ela compactuou com tudo e agora é menina inocente. Gosta de dar então assuma as consequências”, escreveu na ocasião.

PublicidadePublicidade

“6 anos, por 4 anos e não disse nada. Claro que tava gostando. Por favor kkkk, gosta de dar, então assuma as consequências”, reforçou.

No pedido de desculpas, Ramiro assumiu a autoria da publicação e disse que não teve a intenção de “proferir palavras de baixo calão”.

Leia a íntegra:

Caríssimos. Eu, Pe. Ramiro José Perotto, pároco na Paróquia São Paulo Apóstolo, Carlinda, MT, venho por meio desta dizer-vos que assumo toda a responsabilidade de três postagens em meu Facebook sobre a defesa da vida, no caso do aborto ocorrido no último dia 17.

As postagens foram excluídas por mim mesmo quando percebi inúmeros comentários que atacaram a minha defesa. Assumo a responsabilidade de ter proferido palavras desagradáveis, e justifico que compartilho da defesa da vida, nunca condenar e tirar julgamentos.

Não foi minha intenção proferir palavras de baixo calão, as quais não comungam com minha fé e minha crença na pessoa humana.

Àqueles que se sentiram ofendidos, só resta meu pedido de perdão. Excluí meu facebook por não querer mais ofender e ser ofendido. Precisamos ser fraterno. Sempre peguei isso.

As vezes que não fui, que Deus me perdoe. Lutemos pela vida, ela é dom de Deus. “Eu vim para que todos tenham vida, e a tenham em abundância” Jo. 10,10.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade