PublicidadePublicidade

A triste história de jovem que denunciou ter sido estuprada a vida inteira em Anápolis

Garota tentou contar antes, mas teria ouvido da irmã que tudo era sonho e recebido da mãe o conselho de não usar roupas curtas

Da Redação Da Redação -

Uma jovem de 18 anos, moradora da Vila Santa Maria, região Central de Anápolis, procurou a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) nesta quarta-feira (09) para denunciar uma vida inteira de abusos.

Ela afirma ter sido estuprada pelo cunhado várias vezes desde que era um bebê. As memórias mais claras do crime, no entanto, são a partir dos seis anos, depois que passou um tempo fora do Brasil e, quando voltou, passou a ser alvo das ações do rapaz.

A garota alega que o suposto abusador morava na casa dos fundos da dela e sempre que tinha a oportunidade passava a mão nela, inclusive enfiando os dedos nas partes íntimas.

PublicidadePublicidade

O cunhado ainda teria dito que ela não poderia contar para ninguém, pois não havia quem fosse acreditar na história.

O último abuso teria acontecido quando a vítima tinha 13 anos, em uma noite que precisou dormir na casa da irmã e acordou de madrugada sendo tocada.

No dia seguinte, a jovem afirma ter contado tudo para a irmã e a mãe. Como previsto pelo cunhado, segundo ela, nenhuma das duas acreditou.

A irmã, na ocasião, teria dito que tudo não passou de um sonho, enquanto a genitora apenas aconselhou a filha a não usar roupas curtas.

O caso foi registrado como estupro de vulnerável e será investigado pela Polícia Civil.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade