PublicidadePublicidade

José de Lima e Márcio Corrêa têm três vezes mais patrimônio que a soma dos demais candidatos a prefeito de Anápolis

Eles, no entanto, não são os únicos milionários. Veja o quanto cada postulante ao Executivo Municipal declarou ao TSE

Denilson Boaventura Denilson Boaventura -

José de Lima e Márcio Corrêa são os mais ricos dentre candidatos que disputam à corrida eleitoral pela Prefeitura de Anápolis.

O postulante do Patriota declarou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) R$10.490.275,19, enquanto o emedebista disse ter R$8.204.678,34.

As fortunas dos dois, somadas, dá R$18.694.953,53, um montante superior a três vezes mais que patrimônio de todos os outros sete que concorrem à Prefeitura de Anápolis: R$ 6.707.548,49.

PublicidadePublicidade

Depois de José de Lima e Márcio Corrêa, quem dispõe do maior volume de bens é o ex-prefeito João Gomes (PSDB), que declarou R$ 3.635.541,08.

Delegado Federal Humberto (PSD) e Antônio Gomide (PT) encerram lista de milionários com patrimônios de R$ R$ 2.800.000,00 e R$ 1.360.750,0, respectivamente.

Entre os menores patrimônios declarados estão o do atual prefeito Roberto Naves (PP), que afirmou ter R$ 873.457,41, do candidato do PRTB Josmar da Moura Gás, que disse ter R$ 535.000,00, e do ex-chefe do Procon Valeriano (PSL), com R$ 300.000.

Douglas Carvalho (PSOL) não tem bens declarados ao TSE.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade