PublicidadePublicidade

Após ser mordido e apanhar da esposa, homem chama a polícia, mas decide pelo perdão

Mulher também quebrou o celular dele e usou cadeira para consumar crime

Da Redação Da Redação -
Central de Flagrantes da Polícia Civil, no Centro de Anápolis. (Foto: Marcelo Santos)

Um jovem, de 26 anos, precisou recorrer à Polícia Militar (PM) na madrugada deste domingo (13) após uma discussão calorosa com a esposa, de 22 anos, que culminou em diversas agressões e lesões no rapaz.

Ao chegar na residência do casal, no JK Setor Oeste, bairro da região Sudeste de Anápolis, os militares se depararam com o marido do lado de fora de casa, após ser expulso pela mulher.

Aos policiais, ele informou que, após ter discutido com a esposa, ela quebrou o celular dele e o agrediu com vários socos, murros e mordidas, além até de golpes com cadeiras.

PublicidadePublicidade

As investidas da jovem resultaram em uma série de ferimentos no corpo dele. O marido chegou a expressar aos PM’s o desejo de representar criminalmente contra a cônjuge.

Ela também foi ouvida pelos policiais militares e confirmou ter acontecido a discussão, porém, ressaltou que também foi agredida pelo rapaz durante o enfrentamento.

Diante de tudo isso, os policiais decidiram levar ambos até a Central de Flagrantes da Polícia Civil, para dar prosseguimento aos procedimentos cabíveis.

Já na presença do delegado plantonista, o jovem voltou atrás e decidiu perdoar a esposa, não dando sequência ao processo de representação criminal. Sendo assim, ambos foram liberados.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade