PublicidadePublicidade

Dona de lotérica em Anápolis assume erro, mas cliente não quis acordo e caso vai para Justiça

Da Redação Da Redação -
(Foto: Gabriella Lícia)

Policiais militares foram acionados nesta quinta-feira (21) para resolver uma confusão em uma casa lotérica da Vila Santa Isabel, na região Norte de Anápolis.

A reportagem do Portal 6 apurou que, assim que a equipe chegou no endereço, encontrou uma idosa de 67 anos revoltada.

Ela contou que esteve no estabelecimento para pagar a conta de energia de uma das casas que possui em um lote, mas ainda assim o serviço foi interrompido pela Enel.

PublicidadePublicidade

Em seguida, voltou no mesmo local para quitar o boleto da outra residência, mas a energia não foi religada e os alimentos que estavam na geladeira teriam estragado.

A dona da lotérica, de 59 anos, percebeu que algum erro havia sido cometido na hora de registrar o pagamento e pediu para se encontrar com a idosa. Dessa forma, as duas poderiam entrar em um acordo.

Assim que a cliente chegou, a empresária afirma ter pego os comprovantes de pagamento e dito que providenciaria a religação da energia e devolveria o dinheiro.

A decisão, porém, não foi suficiente. Isso porque a idosa teria tentado pegar os comprovantes à força e a filha dela, de 43 anos, ainda xingou a dona da lotérica de “bruxa”.

Os militares tiveram de levar todas elas até a Central de Flagrantes. Lá, um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) foi registrado contra a cliente e filha por injuriarem a empresária.

No próximo mês de fevereiro, as duas terão de comparecer em uma audiência com a Justiça para prestarem esclarecimentos sobre o caso.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade