PublicidadePublicidade

Velório de trans vira polêmica nacional no Chile e autoridades abrem investigação

Avatar Rafaella Soares -
PublicidadePublicidade

Desde a terça-feira (02), está viralizando nas redes sociais as imagens que mostram um velório bem diferente, registrado na cidade Puerto Montt, no Sul do Chile.

No vídeo, é possível perceber que várias pessoas dançam, se divertem e consomem bebidas ao som de Los Charros de Lumaco, uma banda de cumbia (estilo musical típico da Colômbia), como se estivessem em uma festa.

No fundo, porém, dá para ver um caixão, cercado por coroas de flores e outras garotas que prestam homenagens para Valentina Vera, uma jovem trans.

PublicidadePublicidade

Toda a cerimônia, com direito até a balões, foi criada com o único intuito de parentes e amigos se despedirem da moça, que foi encontrada morta em um hotel no último dia 27 de janeiro.

Com tanta repercussão e em razão da pandemia da Covid-19, as autoridades sanitárias locais decidiram abrir uma investigação para apurar a desobediência das medidas de segurança contra a doença.

Além das pessoas que estavam no velório, também devem ser ouvidos os profissionais da funerária que fizeram o transporte do caixão.

“Uma vez recolhidos os antecedentes e apurados responsáveis ​​pela violação dos requisitos e protocolos destas cerimônias em meio à pandemia, serão aplicadas as sanções correspondentes”, disse a chefe do Departamento de Ação Sanitária, Marcela Cárdenas, ao jornal BioBioChile.

Em tempo

Valentina Vera era ativista pelos direitos trans e deu entrada na cabana de um hotel acompanhada de um homem. Ela foi encontrada horas depois, já morta e sozinha.

Inicialmente, a suspeita é de que a mulher pudesse ter sido vítima de um crime de ódio. No entanto, a Promotoria de Puerto Montt confirmou que o óbito ocorreu por circunstâncias biológicas.

Durante a estadia no hotel, Valentina teria sofrido uma embolia pulmonar, causada por um ou mais coágulos, e não resistiu.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade