PublicidadePublicidade

Pai agride e manda suspeito para o IML após filha denunciar assédio em Anápolis

Da Redação Da Redação -

Policiais militares tiveram de se deslocar até o bairro Itamaraty 4ª Etapa, na região Norte de Anápolis, nesta segunda-feira (1º), para atender uma denúncia de assédio sexual.

Quando a equipe chegou no local, encontrou o dono da casa revoltado. Ele contou que tudo aconteceu depois que contratou um homem para ir até lá fazer a manutenção da TV por assinatura.

Porém, quem ficou responsável por conferir se o trabalho estava sendo bem feito foi a filha dele, de 16 anos.

PublicidadePublicidade

A adolescente até estava acompanhada do irmão na hora do serviço, mas o garoto teve de sair. Foi quando ficou sozinha com o suspeito que ele teria puxado assunto, dizendo que também trabalhava como cabelereiro.

Depois, teria soltado o cabelo da garota sem autorização e encostado as partes íntimas nela. De imediato, sem fazer alarde, a moça mandou mensagem para o pai para contar o que estava acontecendo.

O genitor chegou em casa já alterado e começou a bater no homem da manutenção. A confusão só teve fim quando os militares chegaram e contiveram os dois.

Por causa das agressões, o suspeito, que ficou com um dente quebrado e lesões na cabeça e nos pés, teve de ser levado para o Instituto Médico Legal (IML) para um exame de corpo de delito.

Agora, o caso deverá ser investigado pela Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA).

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade