PublicidadePublicidade

Atropelada em Anápolis, mulher revela estar com Covid e socorristas passam por higienização severa

Avatar Rafaella Soares -
PublicidadePublicidade

Atualizada às 14h com nota do HUANA

Um caso complicado foi registrado nesta quarta-feira (10) em Anápolis. É que durante um patrulhamento pela Vila Jaiara, na região Norte de Anápolis, policiais do 28º BPM visualizaram um grave atropelamento.

A vítima, uma mulher de 30 anos, estava nas proximidades do meio-fio quando o veículo, uma VW Parati, fez uma ultrapassagem pela direita e a atingiu.

PublicidadePublicidade

O motorista fugiu sem prestar nenhuma ajuda e foi perseguido pela viatura. Por fim, acabou sendo alcançado e detido por dirigir sem habilitação e por omissão de socorro. Ele não estava alcoolizado.

O Portal 6 apurou que o que mais chamou atenção no caso, porém, é que só depois de receber todo o atendimento é que a mulher teria revelado que estaria contaminada com a Covid-19.

Antes disso, ela teria até passado por exames no Hospital Estadual de Urgências de Anápolis Dr. Henrique Santillo (HUANA) que constataram que sofreu uma luxação no fêmur.

Apesar de estarem com máscaras N95 (uma das mais seguras] e tomarem sempre os devidos cuidados, todos os envolvidos tiveram de passar por higienização ainda mais severa depois do resgate.

Já os policiais, que não tiveram nenhum contato direto com a vítima, foram avisados nesta quinta (11) para ficarem em alerta sobre possíveis sintomas da doença.

A reportagem entrou em contato com o HUANA para solicitar o estado clínico da paciente e confirmar o diagnóstico da Covid-19 por volta das 09h40 e recebeu um retorno apenas no início da noite.

Com a palavra o HUANA

Paciente deu entrada nesta unidade hospitalar na tarde desta quarta-feira (10) para avaliação de trauma sofrido, após ter passado por outra unidade de saúde, trazida pelo SAMU. Após avaliação, ficou constada a necessidade de tratamento conservador com colocação de gesso, procedimento já realizado. Em momento algum, seja na admissão, avaliação ou procedimento, a paciente apresentou sintomas gripais ou de suspeita para COVID-19 e também não relatou a esta unidade estar em período de isolamento.

A paciente recebeu alta hospitalar na manhã desta quinta-feira (11) para tratamento em casa e será acompanhada por esta unidade.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade