PublicidadePublicidade

Começou a articulação para trazer o curso de Medicina da UEG para Anápolis

Cidade abriga a sede da instituição e, na avaliação das autoridades que bancam a ideia, tem mais condições de manter a formação de alunos do que Itumbiara, que teve vestibular cancelado

Denilson Boaventura Denilson Boaventura -
Vereador Alex Martins. (Foto: Reprodução)
PublicidadePublicidade

Com a suspensão do vestibular de Medicina da Universidade Estadual de Goiás (UEG) em Itumbiara, autoridades de Anápolis começaram uma articulação para trazer o curso para o município – que é sede da instituição.

O Conselho Regional de Medicina do Estado de Goiás (Cremego) apontou, no início deste ano, que o câmpus de Itumbiara não tem estrutura física adequada para formação teórica e prática e pediu a interrupção das atividades.

A solicitação formal de transferência para Anápolis foi feita pelo vereador Alex Martins (PP) e já tem a simpatia de colegas de Câmara, deputados estaduais e do prefeito Roberto Naves (PP).

PublicidadePublicidade
PublicidadePublicidade

Para Alex, que é servidor do quadro efetivo da UEG, o município apresenta logística e profissionais técnicos que facilitam a consolidação do curso. “Anápolis é um importante polo universitário”, destaca.

Na visão do parlamentar, o espaço físico no câmpus da UEG, às margens da BR-153, que atualmente oferta diversas graduações e pós-graduações nas áreas de biológicas e exatas, consegue abrigar a estrutura exigida pelo Cremego.

Ele frisa ainda que o pedido ao Governo de Goiás não traz novas despesas, por se tratar de uma transferência. Atualmente, cerca de 45 alunos cursam Medicina na instituição.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade