PublicidadePublicidade

Jogadores da Anapolina são vítimas de ataque racista após vencer time de Goiânia: “macacos”

Ofensas partiram do técnico do clube adversário, que fugiu antes da chegada da Polícia Militar

Denilson Boaventura Denilson Boaventura -
Anapolina se pronunciou repudiando o episódio. (Foto: Divulgação)
PublicidadePublicidade

A Polícia Civil (PC) vai investigar o ataque racista que os jogadores da Anapolina sofreram neste sábado (24) após vencer o FluGoiânia por 3×1.

No final da partida, válida pelo Goiânia Cup Sub 20, três atletas locais foram ofendidos pelo técnico do time adversário, Cleibe Morais.

O jogo ocorreu no CT da Anapolina, em Anápolis, e após usar termos como “macacos”, “sacis” e “neguinhos safados”, o homem deixou o local antes da chegada da Polícia Militar (PM).

PublicidadePublicidade

O episódio foi registrado na Delegacia-Geral pelos jogadores Whallace Henrique, Breno de Oliveira e Jackson Cardoso e será remetido ao 6º DP.

Os atletas, em depoimento ao delegado plantonista George Aguiar Muniz, disseram que mesmo alertado do teor dos ataques, Cleibe Morais continuou. “Sou racista mesmo”, teria alegado.

Em nota, a Anapolina repudiou a postura do técnico do clube derrotado na partida e disse que está prestando toda a assistência aos jogadores. “Esperamos que a Justiça seja feita”, ressaltou.

O Portal 6 não conseguiu localizar Cleibe Morais nem a diretoria do FluGoiânia. O espaço está aberto caso o técnico ou o clube queiram se manifestar.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade