PublicidadePublicidade

Briga entre Felipe Neto e filho de Leonardo vira o novo barraco da internet

Tudo começou quando o youtuber criticou o "silêncio" dos artistas em relação ao Bolsonaro

Folhapress Folhapress -
(Foto: Reprodução)

O youtuber Felipe Neto, 33, criticou famosos brasileiros na última terça-feira (27) pelo “silêncio de artistas com o atual governo fascista”. Cantores sertanejos como Zé Felipe, 23, e Gusttavo Lima, 31, usaram as redes sociais para rebater a crítica.

“O Felipe Neto disse que esses os sertanejos ficam fazendo livezinha bebendo cachaça. Primeira coisa: livezinha é a puta que te pariu. Segunda coisa: a cachaça que nós bebemos na live não pedimos pra você pagar”, começou sem muita cordialidade o filho do cantor Leonardo, 57, nos stories de seu Instagram.

“E terceira: tenho certeza que o artista que canta forró, sertanejo, o que for, ajudou muito mais com álcool em gel nessa pandemia do que você”, finalizou o artista. Já Gusttavo Lima escreveu no Instagram: “Quem é esse cara? Não o conheço, alguém me ajuda, por favor? Quero me inteirar do assunto.”

PublicidadePublicidade

Em seu discurso, o youtuber havia falado: “o que eu disse há um ano, repito: quem se cala diante de ameaças fascistas, que sem cala com o assassinato da população, é conivente. Vou repetir na cara de cantor, de atriz ou ator, de youtuber, de tiktoker”, começou.

“Se você tem um público de milhões de pessoas e opta por calar o diabo da boca perante mortes. Não estamos falando de debate político, é sua obrigação como ser humano”, continuou. “Abre a porra da boca, irmão! Para de se esconder! Para de ter medo de perder dinheiro, perder seguidor.”

“Seguidor é mais importante que vida, que a democracia do seu pais? Dinheiro é mais importante que tudo?”, questionou. A crítica se estendeu ao nicho dos cantores de sertanejo: “Cadê os artistas sertanejos? Cadê vocês? Estão fazendo o que?”, indagou o youtuber.

“Tem gente morrendo e a única preocupação é fazer é livezinha enchendo a cara? É isso mesmo? Não fala uma frase, uma! Eu não tenho mais paciência pra esse tipo de gente”. Em seu Twitter, o criador de conteúdo rebateu as críticas.

“Ao rapaz do sertanejo com a máscara no queixo me xingando: eu não critiquei fazer live com bebida, eu critiquei o silêncio sobre o atual governo fascista. E não existe disputa de quem faz mais caridade. Faça sua doação sem pedir biscoito, ela é o mínimo”, concluiu.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade