PublicidadePublicidade

Piloto de Anápolis tem a morte confirmada após queda de avião: “foi um herói”

Mesmo diante da tragédia, ele conseguiu desviar a aeronave de diversas residências em Sergipe

Denilson Boaventura Denilson Boaventura -
(Foto: Divulgação/SSP-SE)

A morte do piloto Adriano Eugenio de Leon Ribeiro, de 32 anos, foi confirmada pela Secretaria de Segurança Pública de Sergipe (SSP-SE) nesta sexta-feira (07).

Morador de Anápolis, ele sofreu um acidente ontem (06) quando o avião em que estava pilotando apresentou problemas após decolar do Aeroporto de Aracaju.

O monomotor tinha como destino Unaí (MG) e acabou caindo em uma região de manguezal da capital nordestina. À TV Sergipe, moradores contaram que Adriano desviou a aeronave das casas ao redor do mangue e se sacrificou.

PublicidadePublicidade

“Estourou aqui e caiu ali. Foi horrível. Ele foi um herói. Ainda estou em choque. Escutei aquele estouro, que parecia coisa de filme de terror”, disse, emocionada, Martha Barros.

Adriano Eugenio de Leon Ribeiro, o piloto de Anápolis que sofreu acidente. (Foto: Reprodução)

Segundo a SSP-SE, as tentativas de resgate ultrapassaram 24h e envolveram mais de 30 bombeiros militares, agentes das polícias Civil, Militar e da Defesa Civil, além de cães farejadores.

Partes de um braço foram achadas na manhã de hoje e exames confirmaram que os demais restos mortais encontrados próximo a fuselagem eram do piloto.

Michelle Rodrigues, esposa dele, viajou para Aracaju na esperança de encontrá-lo com vida. Grávida, ela preparava uma surpresa para o marido.

Conforme a Agência Nacional de Aviação (Anac), a aeronave PR-ZSF, uma RV-10 de três lugares, estava em situação regular. O Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) está investigando o caso.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade