PublicidadePublicidade

Jovem revoltado assassinou mãe e irmã a facadas enquanto elas dormiam

Primeiro ele disse para polícia ter feito 'bobagem' e logo depois decidiu contar o que o motivou a cometer os crimes

Da Redação Da Redação -
(Foto: Reprodução)

Um crime registrado nesta quarta-feira (09) deixou em choque toda a pequena cidade de Monte Azul, no Norte de Minas Gerais.

É que um jovem de 20 anos procurou um posto policial, com ferimentos no pulso, para confessar que tinha feito “uma bobagem” e matado a facadas a mãe, de 49 anos, e a irmã, de 13, enquanto dormiam.

De imediato, os agentes se deslocaram até a casa dele e encontraram os corpos. O da adolescente estava na cama e da mulher no chão. Ainda não se sabe quantos golpes cada uma levou, mas elas tinham marcas no pescoço e na cabeça.

PublicidadePublicidade

Como estava ferido, o rapaz precisou ser levado para um hospital local e contou que só cometeu o crime porque estava revoltado com a genitora.

“Ele falou que o motivo foi indignação porque era exposto pela mãe como se fosse o causador da separação dela com o pai”, explicou o sargento Guilherme Quintino Nobre, ao G1.

Questionado em seguida sobre o motivo de ter atacado a irmã, o jovem afirmou que a garotinha também o culpava pelo divórcio.

Depois da perícia, os corpos das vítimas foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML). O caso já está sendo investigado pela Polícia Civil.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade