PublicidadePublicidade

Mais de 273 mil vacinas contra Covid-19 chegam para aplicação em Goiás

Caiado reafirmou objetivo de chegar ao final de setembro deste ano com a população acima de 18 anos imunizada

Da Redação Da Redação -
(Foto: Divulgação)

Mais três lotes de vacinas contra a Covid-19, agora com 273.600 unidades, desembarcaram em Goiás neste sábado (03). No início da madrugada, chegaram 76.050 imunobiológicos da Comirnaty, produzidos pelo laboratório Pfizer. Já pela manhã, o Governo de Goiás recebeu do Ministério da Saúde outras duas cargas: 98.800 unidades da Janssen e 98.750 do consórcio AstraZeneca/Fiocruz.

As vacinas da Pfizer serão todas destinadas para primeira dose, e as da Janssen são de aplicação única, o que garantirá avanço da imunização por faixa etária nos municípios contemplados. Já a remessa da AstraZeneca/Fiocruz será utilizada para concluir a vacinação de quem já iniciou o processo de proteção contra a Covid-19.

“Acompanhamos 24h e pedimos ao ministro [da Saúde, Marcelo Queiroga] que o cronograma seja mantido”, afirmou o governador Ronaldo Caiado (DEM). “Queremos aumentar os lotes da AstraZeneca, já que, a partir de agora, o volume do repasse de insumos para fabricar a vacina está maior”, detalhou.

PublicidadePublicidade

Caiado também reafirmou que o objetivo é chegar ao final de setembro deste ano com a população acima de 18 anos imunizada, em Goiás.

As cargas chegaram ao Aeroporto Internacional Santa Genoveva, em Goiânia, e são encaminhadas para a Central Estadual de Rede de Frio, também na capital. A distribuição dos imunobiológicos aos municípios ocorrerá logo após o processo de conferência técnica.

Em Goiás, a estratégia em vigor prevê que 90% das vacinas que chegarem serão aplicadas, nos municípios, por faixa etária, e que os 10% restantes destinam-se aos grupos específicos. O secretário de Estado da Saúde, Ismael Alexandrino, reforça que, assim, será possível avançar ainda mais na vacinação.

“Os grupos mais vulneráveis, do ponto de vista de saúde, foram protegidos. A imunização é um ato coletivo e o importante é vacinarmos o maior número de pessoas possíveis no menor intervalo de tempo”, pontua o titular da pasta.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade