PublicidadePublicidade

Imagens mostram o momento em que mulher foi cruelmente assassinada na rua pelo ex

Inicialmente, autor afirmou que agiu em legítima defesa, mas a gravação mostrou como tudo aconteceu

Da Redação Da Redação -
(Foto: Captura)

Wallifer Xavier Pereira, de 20 anos, foi condenado nesta terça-feira (20) a cumprir 17 anos de prisão por feminícidio. Ele foi considerado culpado pela morte da ex-namorada Adriana Massena dos Santos, de 31 anos, em junho de 2020, em Goiânia.

Inicialmente, o jovem afirmou para polícia que teria agido em legítima defesa. No entanto, câmeras de segurança mostraram a execução e o autor confessou ter cometido o crime porque não aceitava que o relacionamento chegasse ao fim.

Na época, segundo o G1, os dois estavam juntos há um ano e seis meses e teriam terminado o namoro justamente porque Wallifer tinha um histórico de violência.

PublicidadePublicidade

Nas imagens do assassinato, é possível ver os dois discutindo no meio da rua e o momento em que Adriana é esfaqueada. Ela ainda tenta fugir, mas cai ferida e o autor corre no sentido contrário para fugir. A morte ocorreu no local, antes do socorro chegar.

No julgamento, o juiz Jesseir Coelho de Alcântara afirmou que o rapaz revelou ter agido sob efeito de drogas. O júri então concluiu que ele agiu por motivo fútil e com emprego de meio cruel.

A decisão ainda cabe recurso.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade