PublicidadePublicidade

Jovens são presos por torturar e matar filho de 1 ano com fio de carregador e socos

Equipe médica afirmou que a criança não tinha sinais vitais quando chegou na unidade

Da Redação Da Redação -
(Foto: Reprodução)

Dois jovens foram presos por suspeita de torturar e matar o filho de um ano de idade na última sexta-feira (23). O caso ocorreu em Cáceres, a 250 km de Cuiabá (MT).

Segundo as autoridades locais, a criança teria sido agredida com socos e um fio de carregador de celular. Os pais foram identificados como Stefanny Fontaneli Soares, de 20 anos, e Lucas da Rocha Ramos, de 21.

A criança foi levada ao hospital pela mãe com marcas de lesão pelo corpo. A equipe médica afirmou que ele não tinha sinais vitais.

Em exame físico, foi constatado que a criança tinha diversas marcas como hematomas, nódulos na cabeça e cicatrizes. A equipe médica tentou reanimá-la, mas sem sucesso.

A Polícia Militar (PM) foi acionada pela unidade de saúde do município e a mãe foi encaminhada ao plantão da Delegacia.

Stefanny afirmou aos policiais que o filho teria caído de uma mureta e batido a cabeça na última quinta-feira (22). Porém, ela acabou confessando que viu a criança ser agredida pelo pai, que se irritou com o choro do filho.

O pai da criança foi localizado em casa, uma chácara na Comunidade Taquaral, e foi preso em flagrante. Equipes da Delegacia Especializada do Adolescente (DEA) de Cáceres encontraram ainda uma arma de fogo na residência.

Ambos responderão por homicídio qualificado mediante tortura com agravante pelo fato de a vítima ser menor de 14 anos.

Eles também podem responder por estupro de vulnerável, já que um laudo mostrava indícios de que a criança pode ter sido abusada sexualmente.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade