PublicidadePublicidade

Câmeras flagram jovem sendo assassinado na festa de formatura de Medicina

"Era incrivelmente inteligente. Um rapaz carinhoso que nunca brigava", afirmou associação de estudantes em nota

Da Redação Da Redação -
(Foto: Reprodução / Instagram)

Foi sepultado nesta terça-feira (27) o jovem Bruno Calaça, de 24 anos, assassinado durante uma festa organizada para comemorar a tão sonhada formatura dele em Medicina.

O rapaz morava e estudou em Tocantins, mas decidiu viajar para o Maranhão para celebrar a conquista do diploma da graduação.

Imagens de câmeras de segurança mostram o exato momento em que Bruno é alvejado com o disparo. Ele chega a falar algo com o autor e, por fim, cai no chão.

PublicidadePublicidade

A motivação para o crime ainda é uma incógnita, mas já se sabe que o principal suspeito é o soldado a Polícia Militar do Maranhão, Adonias Sadda. Ele está foragido.

Nas redes sociais, colegas e familiares ainda estão perplexos e pedem por Justiça.

Em nota, a Associação dos Estudantes de Medicina do Tocantins lamentou a morte e afirmou que o médico era carinhoso e nunca se envolvia em confusões.

“Bruno era incrivelmente inteligente, era amigo de tantos, era irmão e filho. Um rapaz carinhoso que nunca brigava. Estava sentado antes de ser atingido no peito, por um disparo efetuado por um profissional militar que, aparentemente, não estava em serviço oficial. […] Estava comemorando a sua formatura, empolgado com o futuro que tinha pela frente”.

O caso já está sendo investigado pela Polícia Civil e a Corregedoria Geral da Polícia Militar será responsável pelas medidas de cunho administrativo e criminal.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade