PublicidadePublicidade

Adolescente de 14 anos mata o pai a tiros para salvar a mãe em condomínio de luxo

Várias armas de fogo foram encontradas na casa e empresário já tinha passagens pela polícia

Da Redação Da Redação -
(Foto: Divulgação / Polícia Militar)

Desde esta terça-feira (03), repercute fortemente o caso de um adolescente de 14 anos que atirou contra o pai, identificado como Fabrício César de Oliveira, para a proteger a mãe, em um condomínio de luxo, em Valinhos, no interior de São Paulo.

A Polícia Civil já deu inicio às investigações e ouviu a genitora e o menor. Ele disse em depoimento que efetuou os disparos porque uma briga intensa estava acontecendo e o homem fazia ameaças com uma barra de ferro.

“Um tiro pegou na região do abdômen. A pessoa ferida conseguiu correr até o carro e o garoto foi até o veículo porque, segundo ele, lá tinha outra arma e o homem iria utilizar essa arma contra o adolescente e a mãe. Por isso, ele efetuou mais dois disparos”, relatou o tenente da PM, Juliano Cerqueira, em entrevista ao G1.

PublicidadePublicidade

Equipes de socorro chegaram a ser acionadas, mas o corpo foi encontrado caído dentro de veículo já sem sinais vitais.

O adolescente, que depois da ação entregou a arma para um vigilante do condomínio até a chegada das viaturas, responderá pelo ato infracional em liberdade.

Inicialmente, o caso foi registrado como homicídio em legítima defesa e a polícia já apurou que, na noite anterior à morte, Fabrício tinha dormido fora por ter tido uma outra discussão com esposa e filho.

Histórico violento

O pai do adolescente era empresário e tinha 42 anos. Funcionários que trabalham na residência da família confirmaram às autoridades policiais que ele era extremamente violento.

Fabrício também tinha o costume de andar armado de casa. No local, os agentes encontraram ao menos oito armas de fogos, incluindo uma submetralhadora e um fuzil.

Colecionador de carros de luxo, o homem tinha passagens por estelionato e por usar nomes falsos. Ele trabalhava com sons automotivos e no mercado de comércio exterior.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade