PublicidadePublicidade

Anápolis tem o maior Centro Materno-Infantil do interior do estado

Santa Casa de Anápolis, celebrando seus 75 anos, é referência em Goiás

Da Redação Da Redação -
(Foto: Divulgação)

Neste ano, a Santa Casa de Anápolis está completando 75 anos de fundação. Um dos hospitais mais queridos da população goiana, também se tornou uma unidade estratégica, sobretudo por contar com o maior centro materno-infantil do interior do estado de Goiás.

Apenas em 2020, a unidade atendeu quase 240 mil pacientes, de 108 municípios diferentes, sendo que mais de 90% foram pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

E não é para menos, já que o hospital tem uma estrutura completa, com mais de 10 mil m² construídos e 170 leitos, onde foram realizados mais de 620 mil procedimentos hospitalares no último ano.

Na maternidade, por exemplo, a Santa Casa realizou 3.331 dos partos, que equivalem a 48% dos nascimentos registrados na região no ano passado.

Com uma equipe altamente especializada e equipamentos de ponta, também é a referência para as gestações de alto risco, tendo realizado 98% de todos os partos nessa especialidade em ¼ do estado.

Esses altos números são resultado dos diferentes tipos de atendimento que a unidade oferece nas diversas etapas de uma gestação.

(Foto: Divulgação)

Na Santa Casa, as grávidas recebem todo o acolhimento logo no pré-natal, com centro ambulatorial multiprofissional onde são diagnosticadas as doenças gestacionais, evitando assim possíveis complicações.

Em casos de emergência obstétrica, o hospital conta com pronto-socorro 24h exclusivo para as mais de 2000 gestantes/mês que lá buscam atendimento de emergência junto à equipe especializada em alto risco, com obstetras, enfermeiros obstetras e biomédicos, dentre outros profissionais.

Para o tão aguardado parto, são disponibilizadas quatro salas de parto, sendo duas para os partos naturais e duas para os cirúrgicos (cesariana). Sempre com a presença do obstetra de alto risco, do neonatologista, do anestesista e da equipe de enfermagem obstétrica.

Em seguida, a mulher é levada com o bebê para o alojamento. Lá eles recebem o devido acompanhamento de pediatras, obstetras, nutricionistas, fonoaudiólogos e psicólogos; são feitos os testes e exames necessários; e a mãe ainda é acompanhada e orientada nos primeiros cuidados como higiene e amamentação.

(Foto: Divulgação)

E o maior diferencial é que a Santa Casa está mais que preparada para os momentos de emergência.  Com 4 UTIs (2 UTIs adulto e 2 UTIs neonatal e pediátrica, que são as únicas de todo centro-norte do estado) e equipe altamente especializada, tanto o bebê quanto sua mamãe tem suporte imediato e segurança garantida. 

 O Banco de Leite é uma joia à parte. Com estrutura completa de coleta e processamento, em parceria com o Corpo de Bombeiros e com as mamães generosas, a Santa Casa oferece o melhor dos alimentos para 100% dos bebês nascidos lá. 

Isso resulta em menor tempo de internação, maior ganho de peso, diminuição substancial de medicamentos e produtos artificiais, enfim, mais saúde e esperança para aquele que acabou de nascer. Só no ano passado, esse atendimento humanizado e cheio de amor salvou a vida de 359 bebês.

E para consolidar o papel da Santa Casa como a principal maternidade do interior de Goiás, o Centro de Parto e as UTIs Neonatal e Pediátrica serão transferidos para uma nova área, muito mais ampla e humanizada, que permitirá um atendimento de excelência. O projeto está em fase final de ajustes e as obras devem começar ainda neste semestre.

Os interessados em saber mais sobre essa obra do coração dos goianos e quiserem participar da construção dessa linda história, podem entrar em contato com o hospital pelo Instagram @santacasaanapolis.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade