PublicidadePublicidade

Homem comete dois assassinatos cruéis e deixa versículo bíblico pichado na parede

Autor também acabou sendo encontrado sem vida e cena foi tão assustadora que um idoso viu, infartou e não resistiu

Da Redação Da Redação -
(Foto: Divulgação/ PM)

Esta terça-feira (17) foi de muito choque e terror para os moradores de Astolfo Dutra, um município com pouco mais de 14 mil habitantes na região da Zona da Mata Mineira.

Isso porque um homem, de 36 anos, cometeu dois homicídios e ainda causou mais duas mortes, em diferentes locais da cidade.

Conforme apurado pelo BHAZ, ele primeiro foi de encontro ao ex-cunhado, um jovem de apenas 22 anos, na procura de um possível acerto de contas.

PublicidadePublicidade

A motivação seria por conta de desentendimentos prévios, quando a vítima defendeu a irmã em algumas ocasiões, já que ela tinha medidas protetivas contra o suspeito, por possíveis agressões.

Ele invadiu o imóvel, pediu para a esposa da vítima se esconder no banheiro junto dos filhos e então disparou com uma arma de fogo contra o rapaz.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) tentou prestar socorro, mas nada pôde fazer, além de constatar o óbito.

Não satisfeito, o homem ainda foi atrás do atual namorado da antiga parceira.

E foi aí que o caso ficou muito mais macabro, pois o suspeito o amarrou e executou, também a tiros.

Na parede do quarto onde o homicídio ocorreu, ele ainda pichou uma passagem bíblica: “Jó 38.11”.

Este respectivo trecho do sagrado livro cristão diz: “E eu lhe disse: ‘Você chegará até este ponto e daqui não passará. As suas altas ondas pararão aqui’”.

A segunda vítima ainda não teve a identidade ou idade divulgadas.

Para piorar, a trilha de sangue deixada pelo homem não parou por aí.

Ele ainda tirou a própria vida em um morro da região, e um idoso, que passou pelo local algum tempo depois, acabou sofrendo um infarto fulminante ao presenciar a cena e também não resistiu.

A Polícia Civil, agora, será responsável pela análise das diferentes cenas de crime e futura condução do caso.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade