PublicidadePublicidade

Buscando ‘vingança’, mulher dá comida envenenada para família que passava dificuldades

Duas pessoas morreram após a ingestão dos alimentos e suspeita contou o que a motivou a cometer o crime

Da Redação Da Redação -
Suspeita está detida no DHPP. (Foto: Captura / Google)

Um caso chocante e grave começou a repercutir nesta terça-feira (24) nas redes sociais. Se trata de uma mulher que foi presa depois de cometer um atentado contra uma família, em Salvador, na Bahia.

O crime aconteceu no dia 31 de julho, depois que a suspeita foi até a porta da casa das vítimas, que viviam em situação de vulnerabilidade, e deixou uma sacola com três latas de sardinha, um saco de farinha e dois pacotes de macarrão instantâneo. Tudo envenenado.

Os moradores da residência teriam se alimentado com os produtos no mesmo dia. Conforme o Portal R7, duas pessoas morreram e outras duas ainda seguem internadas em um hospital local.

“Ela confessou que comprou o veneno em um camelô e colocou sobre os alimentos. A mulher ainda informou que tinha tido uma briga de vizinho com uma das vítimas e que não tinha intenção de matar outras pessoas”, explicou a delegada Zaira Pimentel.

Uma perícia realizada pela Polícia Técnica mostrou que o veneno que a suspeita usou para colocar na comida continha arsênico, um metal pesado, e malationa, um inseticida.

A suspeita está presa no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) à disposição da Justiça.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade