PublicidadePublicidade

Garotinho ferido se esconde em panificadora de Anápolis após ser espancado pela mãe na rua

Na frente dos policiais, a genitora da criança teria dito que ele poderia ser dado para quem quisesse, porque não era mais filho dela

Da Redação Da Redação -
(Foto: Reprodução)

Uma situação complicada terminou com uma movimentação intensa da Polícia Militar, no Bairro de Lourdes, na região Leste de Anápolis, nesta terça-feira (25).

É que os agentes foram acionados por funcionários de uma panificadora depois que um garotinho, de 08 anos, apareceu com hematomas no corpo e pedindo ajuda para se esconder.

Quando a equipe chegou no local, a criança contou que vive na casa de uma mãe adotiva e fugiu porque, acidentalmente, quebrou uma janela e ficou com medo de ganhar uma punição.

Sem saber onde o garotinho estava, a mulher chamado a mãe biológica para ajudar nas buscas. Ela é que teria encontrado o menino e começado a bater nele no meio da rua, com tapas no rosto e pauladas.

O momento de violência só não continuou porque a criança conseguiu fugir de novo e correu até a panificadora, onde foi acolhido.

Na frente dos policiais, a genitora da criança teria dito que ele poderia ser dado para quem quisesse, porque não era mais filho dela. Ela teve de ser encaminhada à Central de Flagrantes e deverá responder por lesão corporal dolosa.

O Conselho Tutelar também precisou ir até o local para assumir a responsabilidade pela criança, já que a suposta mãe adotiva não possui a tutela legal do menor.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade