PublicidadePublicidade

Antes de morrer sufocado pelo padrasto, garotinho chegou a ser levado para o hospital

Homem, que confessou o crime, disse que usou travesseiro na ação e tentou reanimar a criança em casa

Karina Ribeiro -
Criança de dois morta em Águas Lindas de Goiás. (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

A Polícia Civil está investigando o caso do assassinato de uma criança de dois anos de idade, em Águas Lindas de Goiás. O principal suspeito do crime é o próprio padrasto do menino.

A situação teria ocorrido nesta terça-feira (5). Os agentes policiais receberam um pedido de socorro, informando que a criança estava desacordada e seu padrasto tentava reanimá-la.

Quando a polícia chegou na casa, o homem já tinha levado o menino para o hospital por conta própria.

A vítima chegou a ser ocorrida pelos profissionais da unidade de saúde, mas não sobreviveu.

Em seu corpo, o laudo médico revelou que foram encontradas marcas de agressões físicas.

Foi quando o padrasto, durante o interrogatório, confessou ter matado a criança sufocada com um travesseiro. Ele foi encaminhado para a delegacia local.

A mãe da criança disse ao G1 Goiás, por telefone, que estava dormindo e acordou com a movimentação na casa.

 

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade