PublicidadePublicidade

Estudante de medicina é acusado pela própria família de abusar de sete crianças

Duas das possíveis vítimas são parentes do rapaz, que investigado pela Polícia Civil

Gabriella Pinheiro -
Marcos Vitor Dantas Aguiar Pereira, estudante de medicina. (Foto: Reprodução/ Instagram)

O estudante de medicina, Marcos Vitor Dantas Aguiar Pereira, de 22 anos, é investigado pela Polícia Civil (PC) do Piauí por suspeita de cometer estupro de vulnerável contra ao menos sete crianças em Teresina, na capital do Estado.

A denuncia surgiu da própria  família do rapaz. Em entrevista ao G1, a madrasta de Marcos Victor disse que tanto a filha como a sobrinha teriam sido abusadas pelo jovem.

“Perguntei para minha sobrinha e ela disse que ele havia estuprado ela e minha filha. Começamos a investigar e descobrimos que ele abusou de pelo menos cinco outras crianças”, afirmou.

Segundo a mulher, a suspeita do crime se deu pelo comportamento estranho da filha que, após ser questionada, não soube dizer o que aconteceu, mas afirmou que a prima tinha conhecimento do que estava acontecendo.

Os abusos teriam sido iniciados com uma das primas do menino, na época em que ela tinha apenas cinco anos e ele 15, e durado cerca de cinco anos. O estudante também é acusado de violentar outras três meninas, de idades de três, nove e  15 anos.

A madrasta de Marcos Victor ainda denuncia ainda que os abusos sexuais só deixaram de acontecer depois que ele se mudou para Manaus para entrar na faculdade de medicina, há dois anos.

Em nota, a PC informou que, por envolver menores de idade, o caso está sendo apurado em sigilo. Nas redes sociais, o investigado disse que irá prestar contas aos órgãos competentes e que não está foragido.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade