PublicidadePublicidade

Jovem vítima de acidente era estudante da UniEVANGÉLICA: “A dor e a tristeza jamais serão maiores do que tudo que você representou”

Instituição publicou nota de pesar, lamentando a rápida partida e destacando que o aluno deixará saudades para a toda a comunidade acadêmica

Rafaella Soares -
Marco Aurélio Cardoso Gomes. (Foto: Reprodução / Instagram)

A UniEVANGÉLICA divulgou nota, na manhã desta quinta-feira (14), para lamentar a morte do aluno Marco Aurélio Cardoso Gomes, de 20 anos.

O jovem era acadêmico de Engenharia Civil e teve o óbito confirmado pelo Hospital Estadual de Anápolis Dr. Henrique Santillo (HEANA), depois de sofrer um grave acidente de trânsito, na noite de quarta (13), no Jardim Calixto.

No comunicado, a universidade desejou que todos os familiares e amigos que estão sofrendo com o falecimento prematuro do jovem encontrem conforto e paz.

Por fim, a Uni também afirmou que Marco Aurélio fará falta e que a dor e a tristeza jamais serão maiores do que tudo que ele “representou para os familiares, amigos e a família da nossa instituição.”

Em tempo

O acidente aconteceu por volta de 18h10. O motorista de um carro, de 61 anos, alegou que, conforme pedia a sinalização, parou em um cruzamento e atravessou assim que percebeu que nenhum veículo estava por perto.

Durante o percurso, no entanto, a motocicleta que Marco Aurélio conduzia teria aparecido repentinamente e colidido no lado direito do para-choque dianteiro.

Duas equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) tiveram de ser acionadas, sendo que o jovem foi encontrado já desacordado ao lado de um poste de iluminação.

Os policiais militares chegaram a se deslocar até o HEANA para ouvir a versão dos fatos do motociclista, mas souberam na unidade que ele estava entubado e com estado de saúde crítico.

Apesar dos esforços dos médicos, o impacto da batida foi forte demais e não foi possível salvá-lo.

Como todos os acidentes que resultam em lesões graves ou óbitos, o caso será investigado pela Delegacia Especializada em Investigação de Crimes de Trânsito (DICT).

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade