Está preso o homem que espancou enteada de sete anos para “corrigir”

Padrasto disse à Polícia Civil que deu apenas tapas na criança, mas fotos mostram marcas de cinto

Augusto Araújo -
Lesões nas costas de criança agredida por padrasto (Foto: Reprodução / Polícia Civil)

A Polícia Civil de Crixás está investigando o caso do homem suspeito de espancar a enteada, de apenas sete anos.

De acordo com os registros dos policiais, o padrasto da menina foi preso na quinta-feira passada (07), na casa onde mora com a criança e a mãe dela.

Os agentes teriam ido à residência, localizada no setor Morada do Sol III,  após receber denúncias anônimas de maus tratos.

Chegando lá, constataram que o padrasto de fato havia batido na criança, sendo que ele teria alegado ser uma forma de “corrigir” a enteada.

Contudo, o corpo da menina estava repleto de hematomas, havendo marcas visíveis de golpes com cinto no rosto e nas costas da vítima.

Na casa da família, a polícia também confiscou duas armas de fogo que não estavam registradas.

O suspeito foi liberado pela delegacia de Crixás após pagar a fiança e responde em liberdade.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.