Bebê é deixada saudável em creche e pais a recebem de volta dentro de caixão

Dona do espaço teria sido flagrada por outra criança rezando para que a garotinha não morresse. Ela foi indiciada pela Polícia Civil

Da Redação -
Amariah Noleto, de apenas 06 meses de idade. (Foto: Reprodução/ Metrópoles)

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) já realizou um indiciamento por homicídio doloso e segue investigando outras proprietárias de uma creche em Planaltina, no Distrito Federal.

Isso porque a bebezinha Amariah Noleto, de apenas 06 meses de idade, foi deixada sob os cuidados do estabelecimento na quarta-feira (20) e acabou falecendo.

Os pais chegaram a ir até o local para buscá-la, mas neste momento a nenê já tinha sido encaminhada para o hospital, onde recebeu atendimento, mas não sobreviveu.

PublicidadePublicidade

Segundo o Metrópoles, que acompanha de perto o caso, a principal hipótese é de que uma das donas tenha virado a criança para baixo, por estar incomodada com o choro.

Isso fez com que ela se engasgasse, o que ocasionou a asfixia. A PCDF segue as investigações para apurar se a outra dona da creche também foi omissiva no episódio.

Relatos de testemunhas e conversas de WhatsApp determinaram que a suspeita indiciada reconheceu o problema após a bebê passar mal. “Estamos fudi***”, chegou a escrever.

Uma das crianças flagrou até a mulher rezando, para que Amariah não morresse.

A instituição não é cadastrada na Secretaria da Educação e chegou a receber uma denúncia de maus-tratos de uma outra família, após a repercussão do caso.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.