Conheça Anna Júlia, a goiana que carrega o sertanejo na veia e está brilhando no The Voice

Não faltou emoção para que a jovem ingressasse no programa e já na primeira apresentação ela deu um show cantando música de Leonardo

Pedro Hara -
Cantora foi selecionada por Carlinhos Brown no The Voice Brasil (Foto: Divulgação)

Escolhida nas audições às cegas do The Voice Brasil pelo cantor Carlinhos Brown, a goianiense Anna Júlia Ferreira Almeida, de 19 anos, é uma das representantes de Goiás na competição musical que reúne artistas de todo o país.

Em entrevista ao Portal 6, a cantora falou sobre a trajetória na música. Além disso, relatou sobre as inspirações e, claro, revelou como está sendo participar do programa. 

Logo na primeira vez em que se inscreveu para participar do The Voice, Anna Júlia foi selecionada. Os vídeos para a inscrição na atração foram gravados com a ajuda do namorado. Após enviar para a produção, ela foi selecionada. 

PublicidadePublicidade

“A gente fez todo o processo, gravou os vídeos e mandamos. Eles mandaram um e-mail em abril falando que eu tinha sido selecionada, teve todo um processo seletivo durante o ano. É uma emoção incrível estar pisando naquele palco, alegria, nervosismo, por estar cantando para aqueles astros”, detalhou. 

Não faltou emoção para que ela ingressasse no programa. Cantando “Coração Bandido”, de Leonardo, foram quase dois minutos de apresentação no palco e a escolha de Carlinhos Brown só aconteceu, literalmente, na última palavra da música para o alívio da cantora. 

“Na hora que o Carlinhos virou eu não tinha visto, parece que a gente fica meio cego. Eu fiquei feliz, agradecida a Deus, deu aquele alívio no coração. Depois que ele virou fiquei aliviada”, disse. 

Confira o vídeo da apresentação da cantora

Trajetória

Apesar da pouca idade, Anna Júlia já tem alguns anos de carreira. O primeiro violão foi dado pela mãe aos 11 anos, após dois anos de aulas para aprender a tocar o instrumento, ela começou a cantar aos 13 e já acumula participações em programas de rádio e televisão locais, além de cantar em boates, eventos e casamentos. 

Ela não se recorda muito bem de quando começou a sua relação com a música, porém sabe que a influência partiu dos avós. “Eu cresci ouvindo música, modão sertanejo, meus avós gostavam”, contou. Além disso, a escolha da música que abriu as portas para a cantora no The Voice foi em homenagem aos avós. 

Ainda criança, Anna Júlia teve o primeiro contato, ainda de brincadeira, com aquele que posteriormente seria seu companheiro de profissão. “Meu avô comprou um violão pequeno e eu ficava andando com ele”. Além de brincar com o violão, ela também performava em um estilo totalmente diferente do sertanejo “gostava de pegar o controle da TV e cantar Calypso”, revelou.

O início da carreira não foi nada fácil para a cantora. Em um meio ainda majoritariamente ocupado pelos homens, seja em dupla ou solo, Anna Júlia contou com um empurrão involuntário das “Patroas”, Marilia Mendonça e Maiara e Maraísa que surgiram de forma impactante no gênero musical. 

“Era a Paula Fernandes quando eu comecei. Nesse meio eles [os contratantes] tinham muito receio com as cantoras mulheres. Eles gostavam de contratar homens, duplas. As portas abriram com as mulheres chegando no mercado”, declarou. 

Entretanto, apesar do sertanejo ser o estilo preferido, Anna Júlia não se limita apenas a esse estilo musical. O repertório das apresentações é bastante eclético e passa por diversos artistas da música brasileira. 

“Eu gosto de cantar MPB, pop, rock. Só não canto internacional, mas pretendo entrar no curso de inglês. Como eu faço casamento a gente tem que saber de tudo, eu canto forró, pagode. Eu gosto de Marisa Monte, Alcione e Raul Seixas”, apontou.

Futuro

A partir de agora Anna Júlia espera que a carreira dê um salto. Com os shows voltando a serem realizados em Goiás, ela espera que a agenda ganhe novas apresentações. 

“Com a aparição no The Voice a gente espera melhorar os shows, visibilidade, ter mais engajamento no Instagram e que mais pessoas contratem para os eventos. Melhorar essa questão de shows”, planejou.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.