Seis personalidades goianas que faleceram em 2021

De políticos a celebridade, nomes goianos marcantes que deixaram a vida neste ano

Augusto Araújo -
Marília Mendonça morreu em acidente de avião no dia 05 de novembro. (Foto: Reprodução/ Instagram)

O ano de 2021 foi marcado por muitas perdas de vidas. Diversas aceleradas por conta da pandemia da Covid-19 e outras pelo imponderável.

A lista é grande e tem reflexo diferente em cada pessoa seja por sentimentos que podem ser: proximidade, amor, carinho ou admiração pelo outro.

Assim, o Portal 6 fez um breve levantamento de seis personalidades goianas que se despediram do público em 2021.

1 – Cristiana Lobo 

A jornalista política faleceu no dia 11 de novembro, em São Paulo (SP), aos 64 anos. Após anos lutando contra um câncer na medula óssea, o quadro dela se agravou por uma pneumonia, contraída pouco antes de morrer.

Natural de Goiânia, Cristiana começou a carreira atuando no estado, antes de se mudar para Brasília (DF). Ela também trabalhou no jornal O Globo, Estado de S. Paulo e na GloboNews, reportando notícias de política e bastidores do poder público.

A jornalista da GloboNews Cristiana Lôbo (Foto: Reprodução)

2 – Iris Rezende

Com mais de 60 anos de trajetória política, Iris Rezende foi governador de Goiás, senador e prefeito de Goiânia. Além disso, ele foi Ministro da Agricultura, no governo de José Sarney, e da Justiça, no período de Fernando Henrique Cardoso.

O político deixou a vida aos 87 anos, no dia 09 de novembro, após lutar por três meses contra complicações causadas por um acidente vascular cerebral (AVC).

Político estava internado desde agosto quando sofreu um AVC e morreu no dia 09 de novembro. (Foto: Divulgação)

3 – Jesus Flores

O padre e sacerdote da Basílica de Trindade faleceu aos 88 anos, no dia 11 de setembro, em decorrência da Covid-19.

O religioso entrou na vida religiosa em 1959, aos 25 anos. Além da vida pregando a fé, Jesus Flores também trabalhou com comunicação, atuando na Rádio Difusora e na TV Pai Eterno.

Padre Jesus Flores morreu em 2021, por complicações causadas pela Covid-19. (Foto: Divulgação/Alego)

4 – Maguito Vilela

Eleito prefeito de Goiânia em 2020, Maguito morreu no dia 13 de janeiro, em decorrência de uma infecção pulmonar, causada pelo coronavírus.

Na carreira política, ele foi governador e senador por Goiás, prefeito de Aparecida e vereador em Jataí. Em 2007, ele foi nomeado por Guido Mantega, então Ministro da Fazenda, para o cargo de vice-presidente do Banco do Brasil.

Maguito Vilela faleceu sem conseguir exercer cargo de prefeito de Goiânia. (Foto: Reprodução)

5 – Mané de Oliveira 

Natural de Pires do Rio, região Sul de Goiás, o cronista esportivo atuou na área por mais de 50 anos. Ele também foi eleito deputado estadual em duas ocasiões (1986 e 2014).

Em 2012, o assassinato do filho dele, o radialista Valério Luiz, chocou os noticiários em todo o Brasil. Mané deixou a vida aos 80 anos, após sofrer uma parada cardiorrespiratória.

Ex-deputado e jornalista esportivo Mané de Oliveira. (Foto: Divulgação/Alego)

6 – Marília Mendonça

A morte precoce da cantora natural de Cristianópolis, município no Sul Goiano, comoveu todo o Brasil. Aos 26 anos, Marília Mendonça faleceu após a queda de um avião fretado, na região de Piedade de Caratinga (MG).

Como legado, a artista deixou músicas que serviram de inspiração para outras vozes femininas da música brasileira, além de ter sido símbolo do empoderamento feminino.

Marília Mendonça fez sucesso em todo o Brasil como cantora sertaneja. (Foto: Divulgação)

 

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.