Deputados bolsonaristas em Goiás estão divididos entre Gustavo Mendanha e Major Vitor Hugo

Oposição ferrenha ao governo Ronaldo Caiado, no entanto, pode uni-los no segundo turno

Augusto Araújo -
Gustavo Mendanha é ex-prefeito de Aparecida de Goiânia. (Foto: Rodrigo Estrela)

Após anunciar que se filiará ao Patriota neste sábado (02), Gustavo Mendanha ainda se encontra isolado entre os parlamentares.

Isso porque, até o momento, poucos partidos e representantes políticos se manifestaram publicamente à favor do ex-prefeito de Aparecida.

Um dos poucos que falaram abertamente sobre isso foi o deputado estadual Humberto Teófilo (Patriota). Ao Portal 6, o parlamentar disse que não teve contatos com outras siglas para formar um apoio a Gustavo.

Contudo, ele foi categórico: “Só tenho certeza quanto a mim, que sou Bolsonaro [para reeleição à Presidência] e Mendanha [para governador]”.

Teófilo também confirmou à reportagem que vai se candidatar à Câmara Federal em 2022.

Por outro lado, o deputado estadual Major Araújo (PL) deu uma resposta mais comedida. Ele afirmou que irá seguir a decisão da sigla, que optou por apoiar o Major Vitor Hugo, recém filiado ao partido.

Contudo, ele demonstrou certa insegurança quanto ao candidato apoiado por Bolsonaro ao governo de Goiás.

“Eu não vou apoiar um candidato que está concorrendo em outra sigla, embora eu entenda que o Medanha esteja mais próximo de chegar no segundo turno, até de vencer, baseado nas pesquisas eleitorais”.

“Pode ser que as coisas mudem agora, com o presidente apoiando o Vitor Hugo, mas não a gente ainda não tem como saber.”

Além disso, Major Araújo disse que apoiaria o ex-prefeito de Aparecida, caso ele vá para o segundo turno contra Ronaldo Caiado (DEM).

O deputado também afirmou que o anúncio de Vitor Hugo como candidato pelo PL foi uma reviravolta, diante da expectativa gerada ao longo dos últimos meses.

“Havia muita gente conspirando à favor do Mendanha, até mesmo em Brasília, próximos do presidente. Eu não acho que foi uma surpresa, visto à proximidade dele [Vitor Hugo] com o Bolsonaro. Mas as coisas agora mudam de figura”.

Uma dessas pessoas que estavam trabalhando no apoio ao ex-prefeito de Aparecida era justamente a presidente do PL, Magda Mofatto.

Na cerimônia de renúncia ao cargo na Prefeitura, realizada nesta quinta-feira (31), Gustavo Mendanha chegou inclusive a afirmar que conta com o apoio da deputada federal para as Eleições de 2022.

Também estavam naquele encontro os deputados Prof. Alcides (PP), Zé Carapô (DC) e Paulo Cézar Martins (PL).

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.