EUA anunciam sanções contra filhas de Vladimir Putin

Ação é uma retaliação dos americanos e aliados devido à invasão da Rússia ao território ucraniano

Folhapress -
***ARQUIVO***BRASÍLIA,D F, 14.11.2019 – O presidente da Rússia, Vladimir Putin. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (UOL-FOLHAPRESS) – Os Estados Unidos anunciaram sanções econômicas contra as duas filhas do presidente russo, Vladimir Putin, Maria Vorontsova e Katerina Tikhonova, segundo informou a agência de notícias AFP. As sanções são uma retaliação dos americanos e aliados devido à invasão da Rússia ao território ucraniano.

Além das duas filhas, a administração Biden também sancionou a esposa e a filha do ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergey Lavrov, e membros do Conselho de Segurança russo. Ao todo, os EUA já sancionaram mais de 140 oligarcas e seus familiares e mais de 400 funcionários do governo russo, disse um alto funcionário à CNN.

Os EUA também declararam “bloqueio total” às principais instituições financeiras públicas e privadas da Rússia, Sberbank e Alfa Bank, e informou que todos os novos investimentos americanos na Rússia estão proibidos.

O líder do Kremlin tem duas filhas, Maria Vorontsova e Katerina Tikhonova, resultantes do casamento com sua ex-mulher Lyudmila Shkrebneva. Estas são as únicas que o presidente russo assume publicamente, apesar de haver relatos que ele tem outros quatro filhos -dois meninos e duas meninas gêmeas- com a ex-campeã olímpica de ginástica Alina Kabaeva.

Os EUA também prometem aplicar sanções de “bloqueio total” às principais empresas estatais russas, que serão anunciadas pelo Departamento do Tesouro nesta quinta-feira (7).

QUEM É MARIA VORONTSOVA

Segundo reportagem da agência Reuters, a filha mais velha de Putin, Maria, nasceu em 28 de abril de 1985, estudou biologia na Universidade de São Petersburgo, e medicina na Universidade Estatal de Moscou.

Ela se casou e tem um filho, nascido em 2002, com o empresário holandês Jorrit Faassen, que trabalhou para o Gazprom Bank, empresa com forte ligação com Putin. Ambos teriam vivido na Holanda por alguns anos, mas, depois de um tempo, o casal passou a morar em Moscou, onde Maria estabeleceu uma carreira como pesquisadora especializada em endocrinologia.

Em 2019, Maria concedeu uma rara entrevista ao canal de TV estatal Russia 1. Ela afirmou que era uma das proprietárias e executiva da empresa Nomeko, especializada em pesquisa sobre câncer. A companhia, com sede em São Petersburgo, era, até então, um dos principais investimentos privados em saúde na Rússia.

Alguns jornalistas de oposição afirmam que Maria se separou de Faassen pouco antes do início da guerra na Ucrânia, mas as informações não foram confirmadas.

QUEM É KATERINA TIKHONOVA

A filha mais nova de Putin, Katerina Tikhonova, nasceu em 31 de agosto de 1986. Ela, que usa o sobrenome da avó materna, formou-se pela Universidade Estatal de Moscou em Estudos Asiáticos e tem mestrado em física e matemática.

Katerina dirige um projeto para criar um centro bilionário de pesquisa na universidade, onde também tem um cargo na diretoria.

Além disso, Katerina se destaca por ser atleta de dança acrobática, um esporte não muito praticado pelo mundo. Em 2013, ela e seu parceiro conquistaram o quinto lugar no Mundial realizado na Suíça.

Segundo a agência Reuters, Katerina se casou em 2013 com Kirill Shamalov, 33, filho de Nikolai Shamalov, amigo de longa data de Putin. Nikolai é acionista do Banco Rossiya, descrito por autoridades dos EUA como um banco pessoal da elite russa.

Com o marido, Katerina teria participações societárias bilionárias. Entre as propriedades do jovem casal está uma casa à beira-mar em em Biarritz, França, com valor estimado em US$ 3,7 milhões. De acordo com a Bloomberg, o casal teria se divorciado em 2018.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.