Polícia Federal evita ato terrorista contra universidade em Goiás

Investigações começaram após ameaça de um dos alunos contra a comunidade universitária

Pedro Ribeiro -
Agentes federais cumpriam mandatos na manhã desta terça-feira (12). (Foto: Reprodução)

A Polícia Federal (PF) desarticulou, na manhã desta terça-feira (12), um possível ato terrorista que iria acontecer na Universidade Federal de Jataí (UFJ).

As investigações começaram depois que a instituição de ensino comunicou a PF que um dos alunos havia feito ameaças contra a comunidade universitária.

Após a denúncia, a corporação apurou que havia diversos indícios que apontavam a iminência de um atentado.

Nomeada como Operação Sicário, a ação cumpriu três mandados de busca e apreensão e um de prisão temporária. Ao todo, 14 policiais federais participaram das buscas.

O investigado pode responder pela prática do crime de realização de atos preparatórios de terrorismo.

Em caso de condenação, a pena pode chegar a 08 anos de prisão, além de aumentar, conforme outros crimes que podem surgir de acordo com o andamento das investigações.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.