Rússia diz investigar explosão em depósito de petróleo em Bryansk

Instalação está localizada a 154 quilômetros a nordeste da fronteira com a Ucrânia

Folhapress -
Rússia diz investigar explosão em depósito de petróleo em Bryansk (Foto: Reprodução/ Twitter)

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – O governo da Rússia disse nesta segunda-feira (25) que investiga as causas de um incêndio de grandes proporções em uma instalação de armazenamento de petróleo na cidade de Bryansk, localizada a 154 quilômetros a nordeste da fronteira com a Ucrânia, segundo a agência de notícias Reuters. Não há informações sobre feridos.

Nas redes sociais, circulam imagens de duas explosões com chamas de grandes proporções, em torno de um reservatório de combustível.

Em comunicado, o Ministério de Situações de Emergência da Rússia afirmou que o incêndio começou por volta das duas horas (horário de Moscou) em uma instalação de propriedade da empresa de oleodutos Transneftàs e que não houve a necessidade de evacuar nenhuma parte de Bryansk, cidade com 400 mil habitantes.

Segundo o governo russo, o incêndio não ameaça ao fornecimento de diesel e gasolina na região de Bryansk, já que havia estoques de combustível suficientes.

Imagens não verificadas de um segundo incêndio, também em Bryansk, circulam nas redes sociais.

A agência Reuters diz que, até o momento, não há indicação de que o fogo ou os incêndios estão relacionados à Ucrânia. O governo do presidente russo, Vladimir Putin, enviou dezenas de milhares de militares para invadir o território ucraniano no dia 24 de fevereiro.

Até agora, autoridades ucranianas não se manifestaram.

Na semana passada, a Rússia informou que helicópteros ucranianos atingiram prédios residenciais e feriram sete pessoas na região de Bryansk. A Ucrânia não se manifestou, na ocasião.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade