Defesa de Maurício Sampaio abandona plenário e julgamento do caso Valério Luiz é adiado

Manobra parecida já havia ocorrido em março, quando houve troca repentina de advogados

Pedro Hara -
Maurício Sampaio é acusado de ser o mandante do assassinato. (Foto: Divulgação/Atlético Clube Goianiense)

Previsto para ocorrer na manhã desta segunda-feira (02), o júri do caso Valério Luiz foi novamente adiado.

De acordo com o Ministério Público de Goiás (MPGO), a defesa de Maurício Sampaio, acusado de ser o mandante do crime, abandonou o plenário.

Em março, Sampaio já havia realizado uma manobra parecida para conseguir o adiamento. Na ocasião houve uma troca repentina de advogados, forçando o adiamento do júri.

A defesa do réu acusa o juiz do caso de suspeição, ou seja, de favorecer um dos lados do julgamento. No entanto, até o momento todos os recursos foram negados pela Justiça.

Ainda não há uma nova data para que o júri seja realizado.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade