‘Bom pra cachorro’: biscoitos e bolos para comemorar aniversário de cães são sucesso em Goiânia

Utilizando ingredientes 100% naturais, demanda não para de crescer na capital

Gabriella Pinheiro -
Bolos e petiscos para cachorros são sucesso em Goiânia. (Foto: Reprodução/ Instagram)

Quem nunca escutou a expressão “bom pra cachorro” ao degustar algo extremamente satisfatório? Porém, uma ideia criada pela goiana Andréa Hermano, de 49 anos, levou o ditado ao ‘pé da letra’.

Criada por ela há 06 anos, a loja Dog Petisco trouxe uma novidade ao mercado dos pets: iguarias para cães. De petiscos até bolos, cupcakes, ‘beijinho’ e brigadeiro, a opção se tornou um verdadeiro sucesso em Goiânia.

Ao Portal 6, Andréa conta que a ideia para criação do comércio surgiu após assistir uma reportagem na televisão sobre o ramo de alimentação canina.

“Eu comecei com o negócio há 06 anos atrás. Eu estava desempregada na época e vi uma reportagem na TV sobre uma pessoa fazendo comida para pets. Achei bastante interessante e fui atrás dela, mas ela não dava curso. Descobri alguns cursos em São Paulo, fiz e decidi começar a mexer com isso”, afirma.

A preocupação com o bem-estar dos cães é um dos focos do estabelecimento. De acordo com ela, os produtos são 100% naturais, sem conservantes e saudáveis para os cachorros.

“Quando eu fui fazer o curso, eu conversei com veterinários, zootecnologos e outros profissionais para saber o que é permitido e o que não é. Todos os ingredientes que eu utilizo são naturais e não fazem mal aos cães, como por exemplo a alfarroba que eu utilizo bastante “, diz.

Para quem pensa que o ramo não dá lucro, se enganou. Com preços que variam de R$ 30 à R$ 95,  a empresária conta a demanda pelo serviços chega a superar a capacidade de produção oferecida por ela.

“A cada dia vem crescendo mais. As vezes parece estar tranquilo e quando eu vejo já tem oito pedidos”, relata.

“Tem dia que eu tenho que me desdobrar porque ainda realizo uma feira aos sábados para vender os produtos. Fora as encomendas fixas”, completa

Até o momento, a confeiteira atende de forma online na região da Grande Goiânia por meio de deliverys e retiradas presenciais, mas segundo ela, o negócio poderá ser expandido em breve.

“É como dizem né? Quem tem dinheiro, faz dinheiro. Então se o ritmo continuar do jeito que está, em breve pretendo abrir uma loja presencial”, destaca.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade