Morte de mulheres por violência doméstica subiu 22% em Goiás no último ano

De acordo com a SSP, outros índices também apresentaram aumento preocupante no estado

Augusto Araújo -
Violência doméstica cresceu 22% em Goiás entre 2020 e 2021. (Foto: Marcos Santos/USP).

Comemorado neste domingo (08), o Dia das Mães é motivo de festividade, mas também de reflexão. Em 2021, o número de mulheres mortas por violência doméstica aumentou 22% no estado.

Segundo levantamento da Secretaria de Segurança Pública (SSP), no ano passado foram registradas 54 vítimas de feminicídio somando todos os municípios goianos. No entanto, em 2020, foram 44 ocorrências do tipo.

Os índices de violência doméstica em Goiás também aumentaram de forma generalizada nesse intervalo de tempo.

Foram 37.583 casos contabilizados pela pasta em 2021, contra 35.287 episódios registrados no ano anterior, representando um acréscimo total de 6,5%.

Entre 2020 e 2021, cresceu o número de ameaças (de 14.772 para 15.734) e de crimes contra a honra (9.160 para 10.782) praticados contra as mulheres.

Por outro lado, caíram os índices de lesão corporal (de 11.019 para 10.782) e estupros (292 para 278) no mesmo período.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade