Roberto quer entregar em 30 dias projeto instituindo gratuidades na passagem de ônibus

"O PT pode comprar lenços porque vai continuar chorando", disparou o prefeito sobre as críticas do partido, que afirmava que o programa não sairia do papel

Danilo Boaventura -
Passageiro passou mal e morreu dentro de um ônibus da Urban. (Foto: Reprodução)

O projeto instituindo gratuidades na passagem de ônibus em Anápolis já está pronto e o prefeito Roberto Naves (PP) confirmou à jornalista Rafaella Soares, do Portal 6, que em 30 dias entrega o documento na Câmara Municipal para apreciação dos vereadores.

Após o ‘Meu Lote, Minha História’, atualmente em análise na Casa, este será, nas palavras de Roberto, mais um compromisso de campanha que caminha para ser cumprido. Ambos programas estavam no plano de governo do prefeito, que subiu o tom contra os adversários que foram ao Ministério Público para tentar barrar a tramitação do projeto de distribuição de lotes.

Abre aspas

“O PT pode comprar lenços porque vai continuar chorando”, disparou o prefeito, lembrando que na época do pleito a sigla chegou a distribuir materiais que diziam que o ‘Meu Lote, Minha História’ e o projeto instituindo gratuidades na passagem de ônibus não sairiam do papel.

Desafio

Roberto afirmou que o partido, derrotado nas urnas em 2016 e 2020, até hoje não aceitou o resultado. “Eles não querem que a cidade avance. Se não estão roubando, estão mentindo. Mas quero que os líderes do partido se manifestem. Esse presidente [o advogado Rimet Jules, que entrou com a ação no MP], é apenas um fantoche”.

Nome aos bois

Deputados Antônio Gomide (estadual) e Rubens Otoni (federal) e vereadores Professor Marcos e Lisieux José Borges são os atuais representantes do PT nas Casas Legislativas.

Outro lado

Rimet, citado nominalmente pelo prefeito, publicou nota classificando como “leviana e covarde” as falas contra a legenda. Destacou ainda que o PT é o partido que mais implementou programas sociais e o que o ‘Meu Lote, Minha História’ será usado para promover a pré-candidatura da primeira-dama Vivian Naves a deputada estadual.

Nota 10 

Para a gestão de redes sociais da Prefeitura de Goiânia pela boa sacada que foi a publicação sobre o “decreto” contra o frio. O próprio engajamento no post mostra que a ideia foi acertada.

Nota Zero

Para as lojas de roupas que aumentaram o preço dos agasalhos após a chegada do frio e de quebra lançaram promoções que não deixam claro os descontos, muitas pura enganação. Famoso “pague a metade do dobro”, que os órgãos de defesa do consumidor devem ficar atentos.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.